Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2019
Jornal Online

Zona de Debate

07-02-2008 16:26
Autor: Catarina Couto
Despejo na Rua da Costa Imprimir Responder
Espero que o jornal, a voz de ermesinde, edite este meu pequeno comentário. Li e reli atentamente as noticias referentes ao Despejo na Rua da Costa e como tal gostaria de manifestar umas breves palavras. Tenho a certeza de que ninguem - o Sr.Dr.Coelho de Oliveira, os Senhorios António da Silva Ferreira e Mulher D. Emília Torres Ascensão Ferreira, toda a redacção do jornal e todos os Ermesindenses comigo incluída - ninguém gosta de ver alguem na rua, a dormir nas pedras frias sentindo a chuva, o sol e o vento no corpo; clamando por ajuda; vivendo na miséria, na desgraça, na solidão; ganhando virus psicologicos e fisicos e acima de tudo rejeitados pela comunidade em geral. Só os que não têm emoções e sentimentos é que não sentem esta verdadeira realidade.
Contudo, que culpa têm os Senhorios? - Nenhuma. Eles apenas alugaram a casa a troco de dinheiro. Ninguem aluga de graça, salvo as instituições de solidariedade. Como não eram ressarcidos recorreram ao Tribunal. Cumpriram com as ordens judiciais.
Ao Sr.Dr. que culpa poderá ser atribuida? - Nenhuma. A sua profissão é defender aqueles que requerem os seus serviços e cumprir com as ordens judiciais.
Compreendo o manifesto solidário do jornal mas entendo que o mesmo se deveria inteirar da situação. Penso que, se alguém deveria ser visado pelo jornal seriam o 3º Juízo do Tribunal Judicial de VALONGO, as instituições de solidariedade que tomaram conhecimento do caso, a Junta de Freguesia e a Câmara Municipal. Compete ao jornal pedir esclarecimentos a estes sectores porque foram eles que tomaram as decisões, que tomaram conhecimento do caso e nada fizeram sendo da sua competência.
A popularidade de noticias sem o mínimo conteúdo informacional não se aplica para o aprofundamento de uma melhor Humanidade. Serve apenas para denegrir a imagem de alguém pondo ao mesmo tempo em causa a sua honestidade e integridade como cidadão. Sem esquecer o interesse de terceiros...
Sem mais nenhum outro assunto me despeço com os maiores cumprimentos e desculpas.

11-02-2008 15:56
Autor: Ramos da Cunha
Re: Despejo na Rua da Costa Responder
E ao Tribunal tb não deve ser assacada responsabilidade: existe para cumprir a Lei, só é pena que as mais das vezes demore mais do que deve.
A responsabilidade é dos poderes públicos: Junta de Freguesia, Camara de Valongo e Segurança Social que não cumprem as respectivas funções, esbanjando tempo e meios que deviam alocar aos muitos casos de injustiça social que se vivem na Freguesia e no Concelho.
É de situações destas que nos devemos lembrar na hora do voto.
RC

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.