Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-01-2019

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL

    Janeiro começou agreste mas terminou de forma agradável

    A única vitória do Ermesinde 1936 neste mês de janeiro foi como que uma lufada de ar fresco para uma equipa que precisa de pontos como do “pão para a boca” para se afastar dos lugares de despromoção da Série 2 do Campeonato da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto (AFP). O triunfo sobre o S. Pedro da Cova, por 1-0, foi antecedido de alguma turbulência fora das quatro linhas. Quando a equipa adversária chegou às imediações do Estádio Municipal de Ermesinde, cerca de hora e meia antes do início do jogo verificou-se uma carga policial sobre alguns adeptos que aí se encontravam, chegando mesmo a terem sido disparadas algumas balas de borracha por parte da Polícia. Contudo, durante o jogo tudo decorreu de forma tranquila. E terminou então com o triunfo do conjunto da nossa Cidade, que assim conquistou mais três pontos que o afastam da temível “linha de água”. Em termos mais precisos o Ermesinde 1936 é 15.º classificado, com 21 pontos, mais sete pontos que o primeiro clube posicionado em zona de despromoção, o Nun’ Álvares. Comecemos pois esta “viagem” pelo que foi o primeiro mês do novo ano civil para os ermesindistas com a receção ao S. Pedro da Cova, no passado dia 27.

    foto
    Ermesinde 1936 entrou para mais um jogo (referente à 21.ª jornada) caseiro a necessitar de amealhar pontos para fugir à temível “linha de água”. Por sua vez, a equipa do S. Pedro da Cova estava mais descansada, a meio da tabela classificativa, e isso notou-se nos minutos iniciais do encontro. No entanto, o jogo (na imagem de cima) foi sempre muito dividido e equilibrado, permitindo a qualquer uma das equipas sonhar com os três pontos quase até ao final do encontro. Valeu, aos 82 minutos, o golo da equipa da casa, o qual nasceu de uma rápida recuperação de bola no meio campo e num ataque rápido Danny conseguiu bater o guardião, Ricardo.

    Neste jogo o Ermesinde 1936 alinhou com: Pedro Martins; Daniel Félix, Pedro Castro, José Costa e Bruno; João Lindo, Fajó (Danny, 75) e Max (Léo, 62); Deco (Nando, 62), Maicon (Quim, 64) e Herdeiro (Pedro Pereira, 75). Treinador: Ricardo Vital

    PONTO EM VILA CAÍZ

    Uma semana antes, mais concretamente no dia 20 de janeiro, o Ermesinde 1936 deslocou-se ao reduto do também aflito Vila Caiz. Numa partida pautada pelo equilíbrio, a turma da nossa Cidade alcançou um precioso ponto, fruto de uma igualdade a uma bola. O tento ermesindista foi da autoria de Herdeiro, aos 48 minutos.

    Neste encontro o Ermesinde 1936 alinhou com: Pedro Martins, Daniel Félix, Pedro Castro, Costa e Bruno; Fajó (Nando, 78), Marco e Léo (Deco, 78); Max (João Lindo, 46), Quim e Herdeiro. Treinador: Ricardo Vital.

    foto
    AFLITO VILARINHO LEVA 3 PONTOS DE ERMESINDE

    Jogo (na imagem de baixo) de aflitos em Ermesinde no dia 13 de janeiro. Ermesinde 1936 e Vilarinho subiram ao relvado a precisar desesperadamente de pontos para fugir à assustadora linha de água. Assim, entrou melhor na partida a equipa da casa que, nos minutos iniciais, podia mesmo ter inaugurado o marcador através de um remate de Nando, pontapé esse que embateu no poste. Com o passar do tempo a equipa do Vilarinho foi equilibrando o jogo, teve mais posse de bola, mas o nulo manteve-se até ao intervalo. Na etapa complementar, os papéis inverteram-se e foi a equipa visitante a entrar mais perigosa no jogo e a inaugurar o marcador. Joka, através de um pontapé forte, atirou para o fundo da baliza do Ermesinde 1936, sem que o guardião Pedro Martins conseguisse evitar o tento adversário. O relógio marcava então 58 minutos. A equipa da casa, a espaços, conseguia aparecer na área adversária, mas sempre sem eficácia. Já nos descontos, aos 93 minutos, Mica ampliou a vantagem forasteira através da cobrança de um livre direto, à entrada da área. Um minuto volvido, o Ermesinde 1936 encurtou a desvantagem no último lance do encontro, através de Danny. 2-1 a favor do Vilarinho, foi o resultado final de uma partida onde o Ermesinde 1936 jogou com: Pedro Martins; Pedro Pereira, Daniel Félix, Bruno e Pedro; Marco (Júnior, 85), Fajó (Melo, 85) e Deco (Leo, 56); Herdeiro, Quim e Nando (Danny, 56). Treinador: Ricardo Vital.

    ANO NOVO INICIOU COM DERROTA

    No dia 6 de janeiro realizou-se a 18.ª jornada do escalão maior da AFP. Nesse dia o Ermesinde 1936 deslocou-se ao terreno do tranquilo (em termos classificativos) Aliança de Gandra, onde perdeu pela margem mínima, 2-1. O veterano brasileiro Léo Bonfim inaugurou o marcador para a turma da casa aos 43 minutos, mas na segunda parte, à passagem do minuto 62, Costa empatou para os ermesindistas. Contudo, a oito minutos dos 90 Ricardo Barros deu a vitória à equipa local.

    Neste jogo o Ermesinde 1936 alinhou com: Pedro Martins; Pedro Castro, Bruno, Costa e Pedro Pereira; Fajó, João Lindo (Nando, 31) e Rui André (Júnior, 82); Max, Quim e Herdeiro. Treinador: Ricardo Vital.

    Por: Luís Dias

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.