Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-01-2019

    SECÇÃO: Local


    Concerto “Cantares ao Menino” na Igreja Matriz de Ermesinde

    Foto ALBERTO BLANQUET
    Foto ALBERTO BLANQUET
    Por certo, nunca a maior parte destes (57) garbosos músicos e cantores experimentou emoções tão díspares em tão curto espaço de tempo. Não sendo a primeira vez que iriam interpretar estes temas, o lugar simbólico onde se encontravam, ainda por cima, repleto, fê-los t(r)emer. Um nervoso miudinho percorria-lhes a medula, tal era o peso da responsabilidade que sentiam nos seus ombros. O Maestro Manuel Friães, com a experiência que o trabalho de muitos anos lhe confere e consciente do rigor da preparação efetuada, serenou as hostes. Não tardou a que, aqueles rostos tensos, se transformassem e transbordassem entusiasmo, alegria e prazer, que contagiaram a assistência. Mas, comecemos pelo princípio.

    Com a prestimosa colaboração do Cónego João Peixoto, o Grupo Cantigas d’Ouvido da Universidade Sénior de Ermesinde (USE), levou a efeito no dia de Reis, na Igreja Matriz de Ermesinde, um concerto intitulado “Cantares ao Menino”.

    Foram do anfitrião as primeiras palavras, que, dando as boas vindas a todos, se mostrou convicto de que iriam ter “uma bela celebração de Reis, com estes cantares populares, de que o nosso povo é tão rico”. Saudou “estes jovens universitários” e congratulou-se pelo facto de continuarem ativos após tantos anos de labuta. Tendo assistido ao ensaio geral feito na véspera, assinalou a escolha muito criteriosa feita pelo Prof. Manuel Friães, pelo que garantiu: “dareis esta tarde por bem empregue”.

    Usando seguidamente da palavra, o Professor Carlos Faria, presidente da Ágorarte e Coordenador da USE, começou por agradecer o acolhimento dado pelo Cónego a esta iniciativa e depois de saudar também os presentes, em particular o Dr. Orlando Rodrigues (vereador da CMV) e Dr. Miguel de Oliveira (Tesoureiro do Executivo da Junta de freguesia de Ermesinde), sem esquecer professores e alunos da USE, disse ser um privilégio estar neste espaço, tão caro à população de Ermesinde e com assistência tão generosa. Não se despediu sem apresentar os temas que iriam ser cantados em primeiro lugar.

    Antes, porém, foi feita a primeira leitura do Evangelho – Is 11, 1-10 «Sobre ele repousará o espírito de Senhor»

    Deu-se, então, início ao aguardado Concerto. “Bersos ao Menino”, (Ó meu Menino tão lindo,/Ó meu Menino tão belo!/Binde, binde já ao mundo/Que por bossa binda espero.),cantar de Natal tradicional do Minho, foi a primeira de doze canções.

    Seguiram-se “Alegrem-se os Céus e a Terra” (Alegrem-se os céus e a terra/cantemos com alegria/já nasceu o Deus Menino/Filho da Virgem Maria), cantar tradicional de Natal do Douro, “Nana, nana, meu Menino” (Nana, nana, meu menino/Que a Mãezinha logo vem,/foi labar os teus paninhos/Na pocinha de Belém), cantar tradicional do Minho e “Menino Jesus” (Adorai todas as gentes,/Adorai este portento,/E louvai a Deus Menino/No seu Santo nascimento), cantar tradicional de Natal da Estremadura.

    (...)

    Leia esta notícia na íntegra na edição impressa.

    Nota: Agora pode tornar-se assinante da edição digital por 6 euros por ano. Após fazer o pagamento (de acordo com as mesmas modalidades existentes na assinatura do jornal impresso) deverá enviar-nos o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas, por e-mail, as 12 edições em PDF.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.