Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2019
Jornal Online

SECÇÃO: Local


USE abrilhantou o Natal do Centro Social da Pasteleira

Foto USE
Foto USE
Por solicitação do Centro Social da Pasteleira, prontamente acedida pela Direção da Ágorarte/Universidade Sénior de Ermesinde (USE), em consonância com os Professores Peixoto e Adélia e os seus alunos, o Grupo de Danças Tradicionais da Universidade Sénior de Ermesinde, deslocou-se, no passado dia 21,à freguesia de Lordelo do Ouro, para participar na “FESTA DE NATAL DO IDOSO”.

Este Centro, é um dos 12 que compõem a Obra Diocesana de Promoção Social (ODPS). Esta Obra, fundada por D. Florentino de Andrade e Silva, no início da década de 60 do século passado e continuada (mesmo no exílio) por D. António Ferreira Gomes, teve em vista apoiar, das formas mais diversas, os milhares de cidadãos portuenses acabados de instalar em bairros camarários, em virtude da demolição das “ilhas” na cidade do Porto.

O Centro Social da Pasteleira dispõe de várias valências, que vão da Creche ao Apoio Domiciliário, passando pelo ATL e o Centro Dia. No que aos seniores diz respeito, 48 pessoas beneficiam do apoio domiciliário, enquanto cerca de 40 frequentam o Centro de Dia.

A maior parte deles, ao lado de gente mais jovem, como os enfermeiros, auxiliares e outros técnicos, não só marcou presença, como vibrou e participou ativamente nos temas apresentados pelo Grupo de Danças Tradicionais da USE.

O Grupo que atuou no Centro Social da Pasteleira era constituído pelo Olindo, como porta-bandeira, e pelos seguintes pares: Peixoto e Adélia; António Almeida e Orquídea; Carlos T. e Fátima Vasconcelos; Fernando Bessa e Ascensão; Gina e Fátima; Luís e Irene Santos; Rogério e Conceição Lino; Vítor e Fátima Archer. Embora desfalcado e com alguns pares que nunca haviam dançado juntos, como frisou Mestre Peixoto, entrou pela porta com um “Deixa-te estar”, que cativou de imediato a assistência. De tal modo que, ao quarto tema, todos quiseram dançar. Os dançarinos desceram do seu palanque e vieram para o meio da assistência desafiar os presentes. Os que estavam em condições de o poder fazer, não se fizeram rogados, assistindo-se a um “Malhão” dançado por um conjunto de pessoas que parecia conhecer-se há anos.

(...)

Leia esta notícia na íntegra na edição impressa.

Nota: Agora pode tornar-se assinante da edição digital por 6 euros por ano. Após fazer o pagamento (de acordo com as mesmas modalidades existentes na assinatura do jornal impresso) deverá enviar-nos o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas, por e-mail, as 12 edições em PDF.

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.