Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 28-02-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-12-2018

    SECÇÃO: Património


    foto

    Acontecimento Insólito em S. Lourenço de Asmes (5.ª parte)

    Depois de caracterizarmos os antepassados do nosso verdadeiro protagonista, vamos debruçarmo-nos sobre ele a partir deste momento.

    Então, pelas oito horas da manhã do dia dezasseis de outubro do ano de 1865, nasceu na casa de seus pais na Rua Formosa, na freguesia de Santo Ildefonso na cidade do Porto, tendo-lhe sido dado o nome de Guilherme Augusto Pereira Machado(1). Foi batizado na Igreja da paróquia de Santo Ildefonso(2), no dia 22 de novembro do mesmo ano. Os seus pais, assim consta da certidão de batismo, foram Guilherme Augusto Machado Pereira, 1º visconde de Pereira Machado, fidalgo da Casa Real, de profissão proprietário, e de Cândida Guilhermina dos Santos Vieira Rodrigues Fartura, viscondessa de Pereira Machado, já retratados anteriormente. Era rei de Portugal D. Luís I e a rainha D. Maria Pia de Sabóia (ver figura abaixo).

    REI D. LUÍS E A RAINHA D. MARIA PIA
    REI D. LUÍS E A RAINHA D. MARIA PIA
    Cresceu com o advento dos transportes, e o aumento da mobilidade, viveu uma época completamente revolucionária. Nos comboios, foi a construção duma ponte, foi a primeira verdadeira travessia, para transportes, do rio Douro na cidade do Porto, pois a linha Lisboa/Porto terminava nas Devesas, e tinha sido inaugurada em 1865. A 4 de novembro de 1877, foi aberta ao tráfego ferroviário a ponte, e a que foi dada o nome de Maria Pia(3). A estação de S. Lourenço de Asmes, fora construída no lugar de Ermesinde, com estas aberturas começou o grande crescimento desta nossa terra, já inaugurada e em funcionamento, pois o troço da Linha do Minho entre a Estação de S. Bento e a Estação de Nine, tinha sido aberta à exploração, junto com o Ramal de Braga, em 21 de maio de 1875.

    O "AMERICANO"
    O "AMERICANO"
    Era também a implantação do meio de transporte o “Americano”, cujas obras de construção se tinham iniciado em 29/09/1871, pelo Barão de Trovisqueira(4), e estava concluída em toda a sua extensão a linha do caminho-de-ferro americano entre a Alfândega Nova e a Foz do Douro junto ao Castelo da Foz tendo os 2 primeiros carros “americanos” adquiridos à empresa inglesa ‘The Starbuck Car & Wagon Cº Ldª - Birkenhead’ em setembro de 1871, sido do tipo do atrelado 9, agora em Crich (em outubro de 1871, um carro aberto com 7 bancos transversais chegou ao Porto e em março de 1872, quando os serviços começaram, haveriam já cerca de 6 carros disponíveis. A atividade comercial e industrial era muito ativa e intensa nesta cidade. Também o transporte marítimo com origem na barra do Douro, assim como as partidas de barcos para os vários cantos do mundo (ver anúncio figura 4). A dinâmica da atividade comercial era intensa e pressionava o crescimento da cidade. Ainda estava a cidade a digerir a primeira verdadeira ponte sobre o rio Douro e já se falava em construir uma nova, para a circulação de pessoas e carros, e substituir a débil ponte pênsil que existia no mesmo lugar. Esta seria a ponte desenhada por um discípulo de Eiffel(5), em 11 de fevereiro de 1879 é determinada pelo governo a construção de uma nova ponte sobre o Douro, em 1881 iniciam-se as obras, sendo a inauguração do tabuleiro superior em 31 de outubro de 1886.

    ANÍNCIO JORNAL DO PORTO, EXEMPLO DA ATIVIDADE COMERCIAL
    ANÍNCIO JORNAL DO PORTO, EXEMPLO DA ATIVIDADE COMERCIAL

    1 Reparem na inversão do nome, em relação ao pai. Na próxima apresentaremos a sua fotografia.

    2 Afinal, quem foi Santo Ildefonso? Santo Ildefonso nasceu, numa família ilustre, no ano de 605 e morreu a 23 de Janeiro de 667. Sobrinho de Santo Eugénio, a quem sucedeu na Sé de Toledo, escolheu a vida religiosa muito cedo, apesar da oposição do seu pai. Estudou no mosteiro de Agali, perto de Toledo, e depois em Sevilha, onde teve como mestre Santo Isidoro. Quando era ainda um simples monge fundou um mosteiro de monjas em Deibiensivillula . Em 630 foi ordenado diácono por Heládio, abade de Agali, e posteriormente nomeado arcebispo de Toledo. Santo Ildefonso tornou-se abade de Agali e nessa qualidade foi um dos signatários do VIII (653) e IX (655) Concílios de Toledo. Nomeado arcebispo de Toledo em 657, pelo rei Recesvinto, ocupou este cargo eclesiástico até à sua morte, em 23 de janeiro de 667, tendo sido enterrado na Basílica de Santa Leocádia.

    CERTIDÃO DE NASCIMENTO DO 2.º VISCONDE PEREIRA MACHADO
    CERTIDÃO DE NASCIMENTO DO 2.º VISCONDE PEREIRA MACHADO
    3 A ponte foi baptizada em honra da esposa do rei D. Luís I, a rainha D. Maria Pia de Sabóia. Em 7 de julho de 1864, foi inaugurado o troço ferroviário até à Estação de Vila Nova de Gaia, unindo Lisboa à margem Sul do Rio Douro, no entanto, para criar uma ligação efetiva entre as duas cidades, era indispensável a continuação da linha até à margem direita do Rio, algo de muito complicado devido ao profundo fosso que o Douro fazia naquele ponto, com margens escarpadas. Era necessário construir uma ponte arrojada, foi chamado um engenheiro famoso francês Gustave Eiffel, e que após diversos estudos foi o projeto aprovado em 1869, a obra iniciada em 5 de janeiro de 1876, e concluídas e inaugurada em 4 de novembro de 1877.

    CONSTRUÇÃO DA PONTE MARIA PIA
    CONSTRUÇÃO DA PONTE MARIA PIA
    4 https://www.flickr.com/photos/zerrodrigues/17776493250, consultado a 06/09/2018.

    5 Esta ponte, Luiz I, em estrutura metálica e com dois tabuleiros, ligando as cidades do Porto e Vila Nova de Gaia separadas pelo rio Douro, em Portugal. Esta construção veio substituir a antiga ponte pênsil que existia no mesmo local e foi realizada mediante o projeto do engenheiro belga Théophile Sevrie,e que já tinha colaborado anteriormente com Gustave Eiffel na construção da Ponte de D. Maria Pia, ferroviária.

    Fim da 5.ª parte,

    (continua)

    Por: Carlos Marques

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.