Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-07-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2005

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL – CAMPEONATO NACIONAL DA 3ª DIVISÃO – SÉRIE B

    “Barco da manutenção” chegou a bom porto!

    Nesta partida, o Ermesinde tinha hipótese (em caso de vitória) de se colocar definitivamente em lugares que lhe permitam assegurar a manutenção da prova, uma vez que na jornada anterior tinha saído vencedor na deslocação que efectuara a Mogadouro.

    Fotos: Manuel Valdrez
    Fotos: Manuel Valdrez
    À partida, previa-se um duro teste para os atletas do Ermesinde, uma vez que defrontavam o 3º classificado (agora 4º) da prova, no caso a equipa do Leça. Apesar da aparente diferença de valores entre os dois conjuntos, o Ermesinde entrou com uma atitude muito positiva, empregando enorme volume atacante aos lances que construia. Assim, o Ermesinde mostrou pela primeira vez que a vitória era o seu objectivo ao minuto 7, num lance em que Pinhal não aproveita a sua boa colocação, acabando por não conseguir concretizar com êxito.

    Contudo, o Ermesinde mostrava que estava moralizado e optimista numa vitória, começando a construir os seus intentos ao minuto 33, quando Fernando Almeida inaugura o marcador. Após sucessivos toques de cabeça de jogadores ermesindenses, a bola sobra para o dianteiro ermesindense, que cabeceia para o fundo das redes, alterando assim pela primeira vez o resultado.

    Um pouco contra a corrente do jogo o Leça empata o encontro, na única situação de perigo que conseguiu criar em toda a primeira parte, sendo Bruno o concretizador, após assistência de Vilela na marcação de um livre, decorridos que estavam 41 minutos de jogo. Ao intervalo o 1-1 premiava a turma visitante, em detrimento de um Ermesinde que até ali sempre se mostrou mais perigoso e ofensivo.

    Na segunda parte o Leça deixou a imagem de vir com uma disposição mais ofensiva, mas esses intentos ficaram apenas pelas intenções, dado que o segundo cartão amarelo exibido a Joel (e a sua consequente expulsão) deixaram novamente o Ermesinde na mó de cima.

    Contudo, o golo da vitória (e aparentemente do garante da manutenção) só surgiu ao minuto 74, por intermédio do “miúdo” Mendes, que aproveita o ressalto de uma bola proveniente da marcação de um livre, para atirar de primeira para o fundo da baliza leceira.

    Até ao final o Ermesinde foi gerindo o tempo e o resultado, acabando por vencer por 2-1, num resultado que se revelou justo e deixou praticamente garantida a permanência na terceira divisão por parte dos atletas de Sonhos.

    foto

    No Estádio de Sonhos, com boa arbitragem de Marco Gomes, de Leiria, alinharam e concretizaram:

    ERMESINDE (2) – Jorge Lopes, Hélder (Mendes, 63’), Telmo, Pinhal e Ni, Hernâni (Leça, 89’), Eládio, André, Quim, Fernando Almeida e Carlitos (Vítor, 92’). TREINADOR: José Augusto.

    LEÇA (1) – Arnault, Gabriel, Tiago Madalena (Domingos, 42’), Couto (Vítor Hugo, 78’), Tiago Magano, Cao, Joel, Serrinha, Vilela, Bruno (Arnaldo, 78’) e Serginho. TREINADOR: António Luís.

    Marcadores: Fernando Almeida (33’), Bruno (41’) e Mendes (74’).

    Cartão amarelo a: Gabriel (19’), Bruno (36’), Joel (44’ e 50’), Pinhal (53’), Tiago Magano (54’), Fernando Almeida (64’), Leça (90’), Cao (91’) e Carlitos (92’).

    Cartão vermelho a: Joel (50’).

    Por: Pedro Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.