Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-06-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-09-2018

    SECÇÃO: Destaque


    Edifício histórico no centro de Valongo vai ser a sede do Parque das Serras do Porto

    Fotos CMV
    Fotos CMV
    Um edifício histórico com 118 anos, localizado numa das principais artérias da freguesia de Valongo - Rua do Padrão, também denominada de Estrada Nacional 15 - vai acolher a sede da associação do Parque das Serras de Valongo.

    O contrato da consignação da obra para a requalificação do edifício foi assinado no dia 30 de agosto, tendo contado com a presença dos presidentes das câmaras de Valongo, Gondomar e Paredes, respetivamente José Manuel Ribeiro, Marco Martins e Alexandre Almeida, os três municípios que integram a associação do Parque das Serras de Valongo. A obra é comparticipada por fundos comunitários e implica um investimento superior a meio milhão de euros e tem um prazo de conclusão de 240 dias. Assim que estiver recuperado, o edifício - que irá manter a traça original -, propriedade da Câmara Municipal de Valongo e agora cedido à associação do Parque das Serras de Valongo, irá contemplar áreas de exposição, um pequeno auditório, uma sala de leitura, uma biblioteca e zonas de trabalho para os técnicos da associação.

    foto
    Na breve alocução que fez após a cerimónia da celebração do contrato de consignação que marcou o arranque das obras de requalificação de um edifício que no passado albergou, entre outros serviços, o Tribunal do Trabalho e Conservatória de Valongo, José Manuel Ribeiro destacou que «este equipamento vem enriquecer o Parque das Serras do Porto e marcará uma nova fase na vida da associação intermunicipal, que passará a dispor de melhores condições de trabalho e funcionários próprios», acrescentando que esta obra irá dar um impulso ao território. Atualmente o trabalho da associação do Parque das Serras do Porto está a ser assegurado pelos técnicos das três autarquias que a integram (Valongo, Gondomar e Paredes).

    O edil valonguense referiu ainda que «ao contrário do que acontece noutras associações (deste âmbito) que optam por contratar pessoas, na associação do Parque das Serras do Porto gasta dinheiro a fazer estudos do território». José Manuel Ribeiro ressalvou ainda o potencial do Parque das Serras do Porto, «um projeto inovador e ambicioso que está a ser desenhado desde 2014 pela mão dos municípios de Valongo, Paredes e Gondomar, que partilham um território com cerca de 6.000 hectares que inclui as Serras de Santa Justa, Pias, Castiçal, Flores, Santa Iria e Banjas. Nesta área já classificada como Paisagem Protegida Regional, os visitantes podem desfrutar da imensa beleza cultural e paisagística de serras, vales e rios. Num território que já foi mar, podem descobrir-se as trilobites (animais marinhos muito mais antigos do que os dinossauros), minas de ouro subterrâneas com 2.000 anos (o maior complexo do género do Império Romano), aldeias pitorescas, plantas e animais raríssimos, entre outras maravilhas de um local que é também o "livro geológico" mais antigo de Portugal».

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.