Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 15-09-2017
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-07-2017

    SECÇÃO: Destaque


    NO ÂMBITO DAS COMEMORAÇÕES DO 27º ANIVERSÁRIO DA ELEVAÇÃO DE ERMESINDE A CIDADE

    Conduril e Bompiso distinguidas com a Medalha da Cidade

    foto
    No âmbito das comemorações do 27º aniversário da elevação de Ermesinde a cidade, a Junta de Freguesia e a Assembleia de Freguesia locais levaram a efeito uma sessão solene para a atribuição da Medalha da Cidade de Ermesinde. A efeméride ocorreu precisamente no Dia da Cidade - 13 de julho -, tendo como cenário a sede da Junta. Presentes estiveram muitos convidados, sendo uma grande parte afeta às duas instituições que receberem a mais alta distinção da cidade. Duas instituições de referência, cada uma delas nos respetivos setores de atuação, conforme ficou vincado nas intervenções das figuras autárquicas ao longo desta sessão. E neste ano de 2017 a Junta e a Assembleia de Ermesinde deliberaram atribuir o distinto galardão a duas empresas sediadas na cidade, nomeadamente a Conduril e a Bompiso.

    Mais do que o reputado prestígio que detêm no respetivos setores de atividade, estas empresas são igualmente admiradas pelo seu ativo papel social, no apoio dado à comunidade e suas instituições, facto também vincado nesta noite de gala que teve início no exterior do edifício da Junta, onde os convidados foram brindados com um agradável apontamento musical, ao que se seguiu o descerrar do pórtico comemorativo deste 27º aniversário. A cerimónia prosseguiu no auditório da Junta, tendo sido presenciada ainda por autarcas do Executivo e da Assembleia de Freguesia, representantes de outras entidades distinguidas em anos anteriores com a Medalha da Cidade, bem como pelo vice-presidente da Câmara de Valongo, Sobral Pires, que ali se encontrava em representação do presidente da autarquia, o qual esteve ausente porque na mesma altura procedia à inauguração da Feira do Livro e das Artes.

    As primeiras palavras da cerimónia foram do presidente da Assembleia de Freguesia de Ermesinde, Raul Santos, que começaria por recordar a essência da Medalha da Cidade, uma distinção que tem como missão, passe a expressão, reconhecer e agradecer o contributo que cidadãos e/ou entidades dão para o engrandecimento da freguesia. E é precisamente isso o que na sua voz têm feito a Conduril e a Bompiso, «duas empresas de referência e de qualidade», que têm projetado e engrandecido o nome de Ermesinde a nível nacional e internacional. Sobre a Conduril, Raul Santos destacou o facto de esta empresa ligada ao setor da construção civil ter sido eleita em 2014 pela Revista Visão como uma das «melhores empresas da área da construção» para trabalhar, enquanto que no que diz respeito à Bompiso - empresa ligada à comercialização de pneus e outras componentes para automóveis -, destacaria o facto de esta ser uma empresa em crescimento e com uma «dinâmica especial» imprimida pelo seu administrador, Joaquim Santos, em que se destaca o apoio (ou patrocínios) que tem sido dado pela empresa a diversas coletividades da freguesia.

    foto
    Presentes na mesa de honra desta cerimónia estiveram os máximos representantes das duas empresas homenageadas. A Bompiso foi representada por Joaquim Santos, empresário que na sua alocução recordou um pouco da história da empresa, destacando aqui o triste episódio do incêndio que destruiu grande parte das suas novas instalações - situadas na Rua Dr. Francisco Silva Pinto -, facto ocorrido em outubro passado, e que obrigou a Bompiso a “recomeçar quase do zero”, a ter de recorrer às suas antigas instalações para continuar a trabalhar, mas... «a trabalhar com a mesma qualidade de sempre para servir os nossos clientes», destacou Joaquim Santos, que acrescentaria que esse infortúnio (incêndio) não fez com que a empresa tivesse a necessidade de encerrar postos de trabalho, por exemplo, antes pelo contrário, já que toda a equipa continuou a prestar o mesmo serviço de qualidade que lhe é característico. O empresário aproveitaria a oportunidade para anunciar em primeira mão que no próximo dia 11 de outubro a Bompiso irá reabrir as instalações afetadas pelo incêndio, terminado por agradecer a atribuição da Medalha da Cidade e sublinhando o agrado que a sua empresa sente em apoiar as instituições da freguesia, como tem feito até aqui.

    Pela Conduril interveio Benedita Martins, que traçou algumas linhas históricas de uma empresa fundada em 1959 e que desde 1975 tem a sua sede em Erme-sinde. Uma construtora de referência internacional na área da engenharia civil, que atua atualmente em Portugal, Espanha e em mais sete países do continente africano. Oitenta por cento da sua produção está no estrangeiro, como frisou Benedita Martins, que, além de sublinhar o orgulho pela distinção que ali estava a receber, mencionou ainda o facto de a Conduril ser igualmente uma empresa socialmente responsável, destacando neste ponto o fundo de pensões criado a favor dos colaboradores e os programas desenvolvidos para a diminuição da iliteracia nos países de África onde a empresa atua.

    Por fim, usou da palavra o presidente da Junta de Freguesia de Ermesinde, Luís Ramalho, que, depois de destacar alguns factos que atestam a importância e grandeza destas duas empresas, frisaria que o papel das autarquias passa não só por honrar toda a sua população mas também por reconhecer a importância do trabalho do seu tecido empresarial. Nesse sentido, agradeceu à Conduril e à Bompiso o facto de continuarem a ter Ermesinde como opção para sediarem os seus serviços, enaltecendo ainda a responsabilidade social patenteada pelas duas empresas, as quais, na sua voz, são duas grandes marcas da nossa cidade.

    Por: MB

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.