Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-07-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 22-11-2013

    SECÇÃO: Arte Nona


    Prémios do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora

    foto
    O júri dos Prémios Nacionais de BD, instituídos pelo Amadora BD tornou públicos, no dia 2 de novembro, os vencedores dos Prémios Nacionais de Banda Desenhada, escolhidos entre o grupo de nomeados anteriormente anunciados.

    Assim são estes os vencedores e os outros selecionados (ainda não divulgados senão na edição online de “A Voz de Ermesinde”):

    Melhor Álbum

    Português

    “O Baile”, Joana Afonso (des.) e Nuno Duarte (arg.), Kingpin Books;

    “Palmas para o Esquilo”, Pedro Serpa (des.) e David Soares (arg.), Kingpin Books;

    “Super Pig - A Roleta Nipónica”, Osvaldo Medina (des.) e Mário Freitas (arg.), Kingpin Books.

    Melhor Argumento

    para Álbum Português

    Nuno Duarte, “O Baile”, Kingpin Books;

    David Soares, “Palmas para o Esquilo”, Kingpin Books;

    Mário Freitas, “Super Pig - A Roleta Nipónica”, Kingpin Books;

    Pedro Leitão, “As Aventuras de Zé Leitão e Maria Cavalinho - Regresso ao Castelo Violeta”, Gailivro;

    Santos Costa, com adaptação de Emilio Salgari, “Os Piratas do Deserto”, Edições ASA.

    Melhor Desenho

    para Álbum Português

    Osvaldo Medina, “Super Pig - A Roleta Nipónica”, Kingpin Books;

    Joana Afonso, “O Baile”, Kingpin Books;

    Pedro Serpa, “Palmas para o Esquilo”, Kingpin Books;

    Carlos Rocha, “Vamos Aprender - A Moral da História”, Kingpin Books;

    Pedro Leitão, “As Aventuras de Zé Leitão e Maria Cavalinho - Regresso ao Castelo Violeta”, Gailivro.

    Melhor Álbum

    de Autor Estrangeiro

    “Fun Home - Uma Tragicomédia Familiar”, Alison Bechdel, Contraponto

    “12 A Doce”, François Schuiten, Edições ASA;

    “A Puro e Água Fresca”, Pero, Polvo - Rui Brito Edições;

    “Portugal”, Cyril Pedrosa, Edições ASA;

    “Rugas”, Paco Roca, Bertrand Editora;

    “Morro da Favela”, André Diniz, Polvo - Rui Brito Edições;

    foto

    Melhor Álbum

    de Tiras Humorísticas

    “Enorme, Brutal, Colossal 2012!”, Henrique Monteiro, Edições ASA.

    “Há Piores 2 - Ainda mais Profundo!”, Derradé (des.) e Geral (arg.), Polvo - Rui Brito Edições;

    Melhor Ilustração

    de Livro Infantil

    (Autor Português)

    Catarina Sobral,

    “Achimpa”, Orfeu Mini;

    Bernardo Carvalho, “Olhe, por favor, não viu uma luzinha a piscar? - Corre, coelhinho, corre!”, Planeta Tangerina;

    Yara Kono, “O Tesouro do Palácio”, Caminho;

    André da Loba, “Bestial”, Pato Lógico;

    Madalena Matoso, “O que há”, Planeta Tangerina;

    Maria João Worm, “O Amor Perfeito, poema para descobrir e construir”, Quinta de Jade.

    Melhor Clássico da 9ª Arte

    “Surfista Prateado: Parábola”, Moebius e John Buscema (des.) e Stan Lee (arg.), Levoir/Público;

    “Rosa Delta sem Saída”, Fernando Relvas, Polvo - Rui Brito Edições;

    “Corto Maltese - As Helvéticas”, Hugo Pratt, Edições ASA;

    “A Política segundo Mafalda”, Quino, Edições ASA;

    “Demolidor: Renascido”, David Mazzuchelli (des.) e Frank Miller (arg.), Levoir/Público.

    Melhor Fanzine

    “BDLP” n.º3, João Mascarenhas (coord.), Grupo Extractus Extractus e Estúdios Olindomar;

    “BDLP” n.º2, João Mascarenhas (coord.), Grupo Extractus Extractus e Estúdios Olindomar;

    “Espaço Marginal” nº0, Marco Silva (coord.), Laboratório de Arte e Comunicação Multimédia do IP Beja.

    Prémio CinemAnimenção

    Boneco Rebelde

    Isabel Aboim Inglez

    O Boneco Rebelde é um galardão não competitivo, circunstancial e meritório atribuído por decisão conjunta do diretor do AmadoraBD, Nelson Dona, e do comissário do CinemAnimação, José de Matos-Cruz.

    Troféu Honra

    Carlos Gonçalves

    O Troféu Honra destina-se à entidade ou personalidade que, pelo seu trabalho e dedicação, se tenha destacado na área da Banda Desenhada. Este prémio é atribuído por deliberação de Câmara mediante proposta da direção do Festival.

    Prémio AmadoraCartoon

    Também por decisão conjunta do diretor do AmadoraBD e do comissário do AmadoraCartoon, Osvaldo de Sousa, este prémio salienta o trabalho dos cartoonistas nacionais e estrangeiros que todos os anos são escolhidos em função do tema central do Festival.

    Este ano o galardão celebrou os cenários nas obras de Alessandro Gatto - pela sua carreira, riqueza plástico-cenográfica e narrativa gráfica; Carlos Rico – enquanto cenógrafo dos humores contemporâneos, vividos em ambiente alentejano; e de Henrique Monteiro – grande caricaturista de sociedade.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.