Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 15-09-2017
Jornal Online

SECÇÃO: Património


foto

Ainda a palavra “Ermesinde” (8)

Calor, tudo seco, incêndios, enfim verão. Resolvi neste período de verão fazer um interregno nas crónicas que vinham a ser publicadas mensalmente neste Vosso jornal. Assim sendo, resolvi fazer um levantamento de todas as referências sobre a nossa cidade, em livros publicados ao longo dos anos. Poderá ser uma ferramenta, para ajudar quem pretenda fazer investigação sobre Ermesinde ao longo dos séculos.

• A primeira referência sobre Ermesinde, que se tenha conhecimento, data de 5 de Outubro de 944, em que refere o lugar de "Ermosindi",e que foi descoberto por mim no livro "Livro Preto" Cartulário da Sé de Coimbra, na pág. 704, da edição do Arquivo da Universidade de Coimbra, de 1999, dirigido pelo Cónego Avelino de Jesus Costa.

• Segundo alguns autores as Inquirições de 1258, referem-se a Ermesinde e a S. Lourenço de Asmes reconhecendo alguns proprietários de terras, assim como a existência da Paróquia de Ermesinde nessa data.

• Na, "Corografia Portugueza e Descripçam Topogracica do famoso Reino de Portugal, com as noticias das fundações das cidades, villas, & lugares, que contem; …" do Pe. António Carvalho da Costa, de 1706, descreve assim Ermesinde (S. Lourenço de Asmes)

Na pág. 372, "S. Lourenço de Asmes, Abbadia do Mosteiro de São Thirso com reserva, rende trezentos &cincoenta mil reis, tem cento & vinte vizinhos."

• No, "Catalogo dos bispos do Porto", II Parte do Catalogo, de D. Rodrigo da Cunha, em 1742, no Porto, fala assim de Ermesinde (S. Lourenço de Asmes):

foto
Na pág. 67, "Na era de 1325.anno de Christo 1387, deu o Bispo D. Vicente licença ao Abbade do mosteyro de Santo Thirso para que nas suas Igrejas do Salvador de Lavra, S. Lourenço de Asmes, Santa Maria de Villar, Salvador de Folgoza, e S. Martinho de Covellas pudessem apresentar Abbades "adnutu" Regulares, ou Seculares, os quaesgastariaõ as redas destas Igrejas por Ordem do Abbade do mesmo Mosteyro, que pela graça, que o Bispo lhe fez, lhe deu o padroado de S. Martinho de Guilhabreu, r de São Martinho de Bougado, e o de S. Vicente de Alfena."

Na pág. 260, "S. Lourenço de Asmes. Ermida de S. Sylvestre. Tem de comunhão 200 pessoas, menores 50. Rende fora os passaes, cento e cincoenta mil reis. Abbadia."

• No, "Diccionario Geografico ou Notícia Historica de Todas as cidades, Villas, Lugares, e Aldeas, , rios, ribeiras, e serras dos Reynos de Portugal, e Algarve, …", na pág. 633, de D. Rodrigo da Cunha, em 1747, no Porto, fala assim de Ermesinde (S. Lourenço de Asmes):

• Asmes. S. Lourenço de Asmes. Freguesia da Província de Entre Douro e Minho, Arcebispado de Braga, Comarca, e Termo da cidade do Porto: heAbbadia do Mosteiro de S. Thirso de Monges de S. Bento com reserva: rende trezentos e cincoenta mil reis, e tem cento e vinte moradores".

• Nas, "Memórias Paroquiais", de 1758, fala assim sobre Ermesinde:

Mosteiros e Conventos e sua população na Diocese do Porto (Província do Minho). Dados do Cadastro de Vilas Boas, 1790-91

Constantino de Sousa Meneses, abade de S. Lourenço Dasmes - Ermesinde (Valongo).

ERMESINDE: Capela de S. Silvestre o Lugar da Ermida o No seu dia o No dia da sua festa concorre à dita capela bastante povo em romagem.

foto
Francisco da Silva Guimarães, da cidade do Porto; numa sua Quinta foi fundado um convento dos religiosos Agostinhos Descalços, do qual era padroeiro: Ermesinde (Valongo)

José da Silva Carvalho, proprietário da capela de Nossa Senhora do Amparo, sita numa sua Quinta, no lugar de Ermesinde: Ermesinde (Valongo).

Ermesinde (S. Lourenço Dasmes) na pág. 700

foto
• No, "Portugal sacro-profano, ou, Catalogo alfabético de todas as freguesias dos reinos de Portugal e Algarve", Parte 1, de Paulo Dias de Niza, em 1767, em Lisboa, fala assim de Ermesinde (s. Lourenço de Asmes):

Nas págs. 200 e 201, "Dasmes, Freguezia no Bispado do Porto, tem por Orago S. Lourenço, o ParocoheAbbade da apresentação alternativa do Papa, do Bispo, e do Mosteiro Benedictino de S. Tirso, rende oitocentos mil reis: dista de Lisboa cincoenta e três léguas e meia, e do Porto duas e meia, tem cento e sessenta e oito fogos."

• No livro, "Geografia e economia da Província do Minho, nos fins do século XVIII : plano de descrição e subsídios", escrito António Cruz, segundo a orientação de Custódio José Gomes de Vilas-Boas, e publicado pela Universidade do Porto. Faculdade de letras. Centro de estudos humanísticos, em 1970. Em que descreve por carta escrita por José Seabra da Silva em 27 de Abril de 1799, a existência de S. Lourenço de Asmes.

• Nos, "Censos de 1801 - Fogos, população e seu movimento.".

• Na, "Taboa geográfico-estatística luzitana ou Diccionario abreviado de todas as cidade, villas e freguesias de Portugal", escrito por um flaviense, em 1839, no Porto, fala assim de Ermesinde (s. Lourenço de Asmes):

foto
• S. Lourenço d'Asmes. Vej. Asmes

Asmes. F. D. Cc. da Maia Cm e 2 l. Port, 54 LSb. 764 h."

Nota: F (Freguezia); D (Província do Douro); Cc (Concelho); Cm (Comarca); l (Legoa ou legoas); Lsb (Lisboa); e h (habitantes ou almas)."

• No, "Portugal Antigo e Moderno: diccionario geográfico, estatístico, Corographico, Heraldico, Archeologico, …", de D. Rodrigo da Cunha, em 1873, em Lisboa, fala assim de Ermesinde (s. Lourenço de Asmes):

No volume 1, pág. 244, "Asmes (S. Lourenço) - freguesia, Douro, conclho de Vallongo, districto administrativo, bispado, comarca e 12 kilometros ao NE do Porto, 324 ao N de Lisboa, 240 fogos."

• No, "Diccionario Corografico do Reino de Portigal", de Agostinho Rodrigues de Andrade, em 1878, em Coimbra, fala assim de Ermesinde (S. Lourenço de Asmes):

foto
Na pág. 22, "Asmes, fr. do D. do Porto; c., Julg e 6 k. deVallongo, Com. da 2ª vara do Porto. Sit. Junto à estr. De 1ª ord. do Porto a Guimaraes por S. Thyrso, e perto da esq. Do Leça. B. P., 1:396 h."

• No, "Diccionario da chorographia de Portugal contendo a indicação de todas as cidades, villas e freguesias… ", de J. Leite de Vasconcelos, em 1884, no Porto, fala assim de Ermesinde (s. Lourenço de Asmes):

Na pág. 20, "Asmes, f. S. Lourenço, dist., bisp. e com. do Porto, c. deVallongo. 1777 alm. A 6 k de Vallongo."

" No, "Archivo Historico Portuguez", Vol. III, de D. Rodrigo da Cunha, em 1905, em Lisboa, fala assim de Ermesinde (s. Lourenço de Asmes):

Na pág. 259, "Povoação de Entre Doiro e Minho no s. XVI,

Por cartas régias expedidas de Coimbra a 17 de Julho de 1527, uma das quais adiante transcrita, ordenou D. João III a cada um dos corregedores das seis comarcas em que o reino se dividia, que mandasse fazer por um escrivão da sua correição o arrolamento dos moradores existentes na área do seu distrito.

A çidade do Porto delRey nosso Senhor.

… Sam Lourenço dAzmez, 43 (moradores)…

… a povoaçamdAlfena pera o sertão duas lleguas da çidade junta moradores, 78 - Tem mais outras duas lleguoas pera o sertão a povoaçãm de Vallonguo junta moram, 57."

• No livro, "Terras portuguesas: arquivo histórico-corográfico ou corografia histórica portuguesa", Volume 1, em 1932-1933, de Francisco Nunes Franklin Baptista de Lima, da Póvoa de Varzim, na pág. 305, fala assim de Ermesinde (s. Lourenço de Asmes):

• Em 1842 era concelho com as 5 freguesias de hoje, no total de 1:824 fogos - distrito do Pôrto e província do Douro. A freguesia de Campo aparece como S. Martinho do Campo, e Ermezinde como S. Lourenço de Asmes, Valongo, com 796 fogos."

• No, "Grande Dicionário Enciclopédico Ediclube", em 1996, de Alfragide, fala assim de Ermesinde (S. Lourenço de Asmes):

Na pág. ,"Ermesinde.Até Fevereiro de 1912 chamou-se S. Lourenço de Asmes.

A Igreja Matriz não tinha qualquer valor artístico e datava de 1870. O principal estabelecimento religioso é o Mosteiro da Formiga (antigo Convento de N.ª Sr.ª do Bom Despacho e de Santa Rita), cuja construção foi iniciada em meados do século XVIII e se prolongou até inícios do século XX."

Porventura, existirão outros livros antigos, onde a freguesia ou local S. Lourenço de Asmes ou Ermesinde, descobertos ou por descobrir. Tentei fazer uma investigação o mais exaustiva possível.

Por: Carlos Marques

 

Outras Notícias

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.