Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2018
Jornal Online
Últimas

02-10-2018 16:04
Conselho da Cidade voltou a reunir
No dia 24 de setembro, à noite, as associações, coletividades, instituições, partidos políticos e escolas, como membros do Conselho da Cidade, voltaram a reunir por convocatória do presidente da Junta de Freguesia de Ermesinde (JFE), João Morgado, com o objetivo de dar parecer ao executivo da Junta sobre questões que sejam importantes para a cidade.

Entre os aspetos focados na reunião e que faziam parte da Ordem de Trabalhos estão o “Orçamento Participativo” que por falta de Regulamento a aprovar na Assembleia de Freguesia passa para o próximo ano; oprojeto “O meu jardim” em que se pretende premiar o envolvimento direto de coletividades e instituições no arranjo, com o apoio da Junta, de pequenos canteiros ajardinados que há junto a escolas e instituições como a Casa do Povo, Bombeiros e Centro Social de Ermesinde; o projeto “Crochet nas árvores” que apela à cooperação das entidades mais ligadas à população de mais idade para decorar os troncos das árvores da cidade com crochet; o projeto “Realização de Feiras de Artesanato em vários pontos da cidade” que pode ser da iniciativa de qualquer coletividade ermesindense com o apoio organizativo e logístico da JFE;o projeto “Cascatas de S. João” um “sonho” do presidente que gostava de ver, na altura das festas sanjoaninas, as montras da cidade decoradas com cascatas do género daquelas que há meio século eram tão típicas desta região; o projeto “Ermesinde Solidário – aluguer de máquinas e ferramentas” que seria uma espécie de bolsa de voluntários para apoio a pessoas da 3.ª idade que vivem sós, precisando de companhia, de que alguém fosse com elas às compras, à farmácia ou a outro sítio qualquer. Foi distribuído aos conselheiros os Regulamentos de Bolsas de Estudo e de Investigação, com o objetivo de simplificar os mesmos no sentido de viabilizar a sua concretização a favor dos que estudam e dos que pretendem fazer trabalhos de investigação.

Falou-se ainda da possibilidade de solucionar a falta de transportes públicos para quem vive, por exemplo, em Sampaio ou em Mirante de Sonhos e não tem carro próprio. Um último ponto foi a metodologia a adotar na atribuição da Medalha da Cidade, ficando acordado que se faria, a partir de agora de 5 em 5 anos.

No encerramento da sessão do Conselho da Cidade, João Morgado que considerou a JFE mais um “banco de ideias do que de obras” por falta de dinheiro e de colaboradores pediu aos conselheiros que pessoalmente ou por email façam chegar à Junta de Freguesia as suas ideias e propostas no sentido de todos colaborarem na gestão da cidade.

Por:Manuel Augusto Dias

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.